HomeInteressado15 perguntas que você deve responder para abrir uma franquia

15 perguntas que você deve responder para abrir uma franquia

15 perguntas que você deve responder para abrir uma franquia

Você gostaria de entrar no negócio por conta própria, mas acredita que é melhor maneira é comprar uma franquia? Veja o que fazer:

Escrito por Marcus Rizzo, especialista em franquias, e editado por Mariana Fonseca. Originalmente publicado na Revista Exame.

 

Você gostaria de entrar no negócio por conta própria, mas acredita que é melhor maneira é comprar uma franquia. Porém, em quanto tempo você terá o retorno do capital investido? Qual franquia você deve comprar?

Para começar, a pergunta mais importante que eu vou fazer diretamente para você: você já recebeu, leu a avaliou a COF – Circular de Oferta de Franquias?

Se a sua resposta for não, nem pense em seguir adiante. A primeira e mais importante lição de casa é ler atentamente toda a COF, que é um documento legal obrigatoriamente fornecido pelo franqueador com todas as informações sobre o negócio.

Além de incluir a lista completa dos franqueados em operação, a COF deve conter a lista dos franqueados que saíram do negócio nos últimos 12 meses, pendências judiciais e com clareza todos os detalhes do negócio.

A COF é uma promessa de oferta do negócio e a Lei de Franquias é severa com mentirosos, que, quando aparecerem, serão obrigados a devolverem todo o investimento e taxas cobradas pelo negócio, além de outras penalidades.

Alguns critérios podem ajudá-lo a tomar a decisão de abrir ou não uma franquia:

1. Que produtos ou serviços você teria prazer em comercializar?

Quais são os setores com os quais você realmente se identifica, ou não gosta? Sua melhor aposta é encontrar uma franquia que tenha uma área de atuação com a qual você realmente se identifica.

É usual escolher franquias pelo falado sucesso do negócio, ou mesmo aquelas que estão bombando na mídia. Aí, você paga a Taxa de Franquia, investe na instalação do negócio e descobre que o sucesso era com outros. Cada dia no negócio será uma verdadeira história de terror, pois você ficou totalmente preso a um negócio que definitivamente não gosta.

2. Quanto dinheiro você tem disponível para investir?

Ter o capital necessário para investir é muito importante.. Se não tiver, passe o chapéu na família e amigos. Bancos são casos excepcionais: nem pense começar seu negócio já endividado.

3. Qual é o custo total da compra?

Além da Taxa de Franquia e o investimento para instalar o negócio, você ainda terá outras despesas antes de iniciar a operação do negócio, como treinamento, locação, funcionários, entre outras. E muito importante é a reserva para o capital de giro necessário para iniciar o negócio.

4. Há quanto tempo a franquia existe e qual a experiência do franqueador no negócio?

Há quanto tempo a franquia já existe? É uma franquia nova ou já estabelecida há anos? Quantas outras franquias existem, onde estão localizadas e quantas já foram fechadas?

5. Qual a estabilidade da organização franqueadora?

É preciso conhecer os dirigentes da franqueadora que estão na operação do negócio.

6. Que tipo de trajetória tem a franquia que você escolheu?

Pode-se considerar que a maioria dos atuais franqueados estão satisfeitos com o negócio? Nomes e endereços dos franqueados deve ser fornecidos antes de assinar qualquer contrato. Converse com pelo menos quatro deles sobre cada um dos pontos aqui levantados e especialmente sobre as experiências com a franqueadora.

7. Qual é o treinamento oferecido?

Pergunte sobre o treinamento e suporte que será fornecido. Você vai receber passo a passo com instruções e um treinamento prático? Quais manuais e outros materiais você receberá?

8. Quão perto de sua franquia o franqueador pode instalar outra unidade?

9. Você vai ser obrigado a comprar insumos ou produtos do franqueador ou mesmo de empresas associadas ao franqueador?

Muito cuidado quando o franqueador é o único ou mesmo o principal fornecedor. Toda a estrutura de organização da franqueadora estará voltada para lhe vender (com eoyalties cobrados sobre suas compras) e não para lhe ajudar a vender (royalties cobrados sobre suas vendas)

10. Quais os termos do contrato quanto à sua propriedade sobre o negócio e por quanto tempo? Você pode vender para outra pessoa, se quiser?

Se você quiser continuar, quando o contrato expirar, ele será renovado automaticamente? Você será capaz de converter sua loja em uma operação independente se desejar?

11. Como as disputas são tratadas?

Preste atenção para as cláusulas que exigem arbitragem na localidade da franqueadora. Em caso de litígio, você terá que bancar todas as viagens e despesas de arbitragem.

12. Quais os critérios utilizados na seleção de franqueados? 

Existe um processo seletivo ou o a franquia é vendida paea oprimeiro que aparece, com a Taxa de Franquia cobrada logo após?

13. O franqueador está lhe pressionando para assinar o contrato de franquia?

14. Você gostou das pessoas com quem está conversando durante o processo de escolha e compra da franquia? E, especialmente, da forma como está sendo tratado?

15. Qual o tamanho do mercado para os produtos ou serviços da franquia na sua área de atuação e quem são os concorrentes?

Compartilhar:
Sem comentários

Deixe seu comentário