HomeOperandoO que acontece com os franqueados quando a franquia acaba?

O que acontece com os franqueados quando a franquia acaba?

O que acontece com os franqueados quando a franquia acaba?

Especialista indica o que acontece quando o franqueador vai à falência

Escrito por Marcus Rizzo, especialista em franquias e editado por Priscila Zuini. Originalmente publicado na Revista Exame.

Empresas franqueadoras famosas e com redes enormes já foram à falência e desapareceram do Brasil. Assim aconteceu com Subito, Benetton, Amor Perfeito, Company, Blockbuster, Bijoux Terner. Outras fecharam e um tempo depois retornaram como a Pakalolo, Body For Sure, KFC e Subway. Mas o que aconteceu com os franqueados nestes casos?

Há redes em que os franqueados se uniram e compraram a franqueadora, mas o resultado não foi muito bom, já que tiveram muita dificuldade para crescer com enormes disputas internas.

No mercado de educação e treinamento, por exemplo, com várias fusões e aquisições, franquias foram adquiridas por concorrentes e os franqueados relutam em conviver sob a administração de diferentes negócios.

Também acontece de apenas um franqueado comprar toda a rede de franquias e o resultado nem sempre é dos melhores, pois franqueados resistem à liderança de quem antes era seu par.

Quando o franqueador é o único ou principal fornecedor, as lojas tendem a desaparecer completamente com várias ações na justiça por prática de concorrência desleal. Estes franqueadores vendiam seus produtos para outros negócios que concorriam diretamente com a rede franqueada. Também nesta categoria alguns franqueados provocaram um rompimento e criaram uma nova rede concorrendo diretamente com a que pertenciam.

Compartilhar:
Sem comentários

Deixe seu comentário