HomeInteressadoVale a pena ser o primeiro franqueado de uma marca?

Vale a pena ser o primeiro franqueado de uma marca?

Vale a pena ser o primeiro franqueado de uma marca?

Especialista em franquia fala sobre os desafios e as vantagens de quem entra para uma rede nova

Escrito por Marcus Rizzo, especialista em franquias e editado por Priscila Zuini. Originalmente publicado na Revista Exame.

 

Consideramos um novo franqueador aquele que tem menos de dois anos oferecendo franquias do seu negócio. Adquirir uma franquia de um novo franqueador possui alguns desafios.

Para começar, o negócio não foi completamente testado e a marca ainda é desconhecida. Além disso, existe a possibilidade do negócio ser uma moda passageira. Quem investe em marcas novas deve levar em conta a falta de experiência do franqueador e o baixo nível de suporte ao franqueado, pois o franqueador está orientado em vender franquias e expandir a rede.

Por outro lado, há vantagens interessantes também. O negócio é uma novidade e pode ser muito atrativo, além de representar uma oportunidade de mercado. Além disso, os custos de aquisição podem ser menores e o potencial de retorno elevado.

Independente de ser um novo franqueador ou mesmo um estabelecido e conhecido, é muito importante atentar se o franqueador possui unidades próprias do negócio e principalmente há quanto tempo elas estão em operação. Somente através da operação de unidades próprias é possível criar e transferir experiência e conhecimento do negócio.

Estas medidas vão melhorar a performance da franquia e certamente deverão acelerar o retorno do seu investimento.

Compartilhar:
Sem comentários

Deixe seu comentário